Publicado por: SOARES TEAM TAEKWONDO | junho 26, 2013

Quando tempo leva para chegar a faixa preta ? – how long it takes to get a black belt ?


Quando tempo leva para chegar a faixa preta?

( leia também o outro post com o tempo para pegar a Faixa Preta AQUI )

Este é um tema que sempre é discutido por praticantes de várias modalidades de artes marciais e cada arte marcial tem seu tempo e , particularmente, Eu acredito que este tempo depende fundamentalmente da dedicação de cada um.

Pesquisando, encontrei este texto abaixo e recortei algumas coisas que concordo e coloquei-as aqui, este texto aborda de uma forma muito boa este tema do tempo de pegar a faixa preta :

E a pergunta mais freqüente é “Quando tempo leva para chegar a faixa preta?” Não sei como se responde a essa questão em outras escolas, mas meus alunos sabem que fazer tal pergunta em meu dojo pode atrasá-los vários anos em seu treinamento. Seria um desastre.

A maioria das pessoas ficaria satisfeita se eu dissesse que leva apenas um par de anos para obter a faixa preta, mas infelizmente não é assim. E embora eu tema que a maior parte das pessoas não ficaria feliz com a minha resposta, acho que os falsos conceitos em geral sobre ” o que é uma faixa preta” devem ser esclarecidos tanto quanto possível. Este não é um assunto muito popular para ser discutido da forma como o farei. Sem dúvida, advirto meus alunos a não fazerem essa pergunta logo em princípio. A resposta não é aquela que eles querem ouvir.

Como se obtém a faixa preta? Você deve encontrar um professor competente e uma boa escola, começar a treinar e a trabalhar duro. Algum dia, quem sabe quando, ela chegará. Não é fácil, mas vale a pena. Pode levar um ano; pode levar dez anos. Talvez você nunca a consiga. Quando se compreende que ela não é tão importante quanto a prática em si, provavelmente está se aproximando do nível de faixa preta. Quando você compreende que não importa quanto tempo ou quão duro você treine e que há uma vida inteira de estudo e prática à sua frente , aí você provavelmente está chegando perto da faixa preta.

S eja qual for o nível que você obtenha, se você achar que “merece” uma faixa preta ou se achar que você agora “é bom o bastante” para ser um faixa preta, estará fora do caminho e, sem dúvida, muito distante de alcançá-la. Treine duro, seja humilde, não se exiba diante do seu mestre ou de outros alunos, não reclame de nenhum encargo e dê o seu melhor em tudo em sua vida. Este é o significado de ser um faixa preta. Ser auto-confiante demais, exibir suas habilidades, ser competitivo, desprezar os outros, demonstrar falta de respeito e escolher aquilo que faz ou não faz (acreditando que alguns trabalhos são indignos de você) caracterizam o aluno que nunca obterá a faixa preta. Aquilo que vestem ao redor da cintura não passa de uma peça de comércio comprada por uns poucos dólares em alguma loja de artigos para artes marciais. A verdadeira faixa preta, usada por um verdadeiro possuidor , é a faixa branca do principiante, tingida de preto pela cor do seu sangue e do seu suor.

Há uma estória famosa sobre Yagyu Matajuro, que era filho da famosa família Yagyu de espadachins do século XVII, no Japão feudal. Ele foi expulso de casa por falta de potencial e de talento e buscou a instrução do mestre Tsukahara Bokuden, na esperança de dominar a arte da espada e reaver a sua posição na família. Em sua entrevista inicial, Matajuro perguntou a Tsukahara Bokuden, “quanto tempo levará para dominar a espada?” Bokuden respondeu, “Oh, cerca de cinco anos se você treinar muito duro.” ” Se eu treinar duas vezes mais duro, quanto tempo levará?” perguntou Matajuro. “Nesse caso, dez anos”, replicou Bokuden.

Você deve compreender também que embora preencha todos os requisitos, o número certo de técnicas, todas as formalidades, e tenha acumulado o número apropriado de horas de treino, pode ainda não estar qualificado para ser um faixa preta. Obtê-la não é uma entidade quantitativa que se possa medir ou pesar como comprar feijão no mercado. Sua faixa preta está relacionada com você enquanto pessoa. Como você se conduz dentro e fora do dojo, sua atitude para com o seu mestre e para com os colegas, seus objetivos na vida, como você lida com os obstáculos em sua vida e como persevera no treinamento são todas condições importantes para a obtenção da faixa preta. Ao mesmo tempo, você se torna um modelo para outros alunos e finalmente alcança o status de professor ou instrutor assistente. No dojo, suas responsabilidades são maiores do que as dos alunos regulares e você é responsável por muito, muito mais do que os estudantes juniores.

Pense em perder a sua faixa preta, não em ganhá-la. Sawaki Kodo, um Mestre Zen, sempre dizia, “Ganhar é sofrer, a perda é iluminação.” Se alguém perguntar a diferença entre os artistas marciais das gerações anteriores e aqueles da atualidade, eu resumiria desta forma. O artistas marciais das gerações passadas viam o treinamento como uma “perda”. Interromperam tudo por sua arte e por sua prática. Deixaram suas famílias, trabalho, segurança, fama, dinheiro, tudo, para se aperfeiçoarem. Hoje, pensamos apenas sobre ganho. “Quero isto, quero aquilo.” Queremos praticar artes marciais mas também queremos dinheiro, um bom carro, fama, telefones portáteis e tudo aquilo que todo o mundo tem.

Devemos compreender que temos que fazer sacrifícios em nossas vidas para continuar com o nosso treinamento.

Quando o estudante vê o seu treino do ponto de vista da perda ao invés do ganho, ele se aproxima do espírito da maestria e verdadeiramente se torna merecedor de uma faixa preta. Somente quando você finalmente para de pensar em graduações, faixas, troféus, fama, dinheiro e na maestria em si mesma, você obterá aquilo que é realmente importante no treinamento. Seja humilde, seja gentil. Cuide dos outros e coloque todos à sua frente. Estudar artes marciais é estudar a si próprio – sua própria identidade. Nada tem a ver com graduação.

Um grande mestre Zen disse certa vez: “Estudar a si mesmo é esquecê-lo. Esquecer de si mesmo é compreender todas as coisas.”
Fonte : http://www.aikikai.org.br


Categorias